Barista

Exclusivo! Campeões Brasileiros de Barismo: Leo Moço, Ariel Todeschini e Daniel Acosta

Terminou em instantes os Campeonatos Brasileiros de Barismo. Realizado na cidade mineira de São Lourenço, durante o São Lourenço Coffee Music, o evento teve a participação de 43 competidores brasileiros nas modalidades Brewers (café filtrado), Coffee in Good Spirits (drinques alcoólicos com café) e Latte Art (desenhos com leite).

Hoje, 19/8, foram realizadas as finais com 18 competidores. Os campeões são todos de Curitiba (PR), cidade que vem se destacando no cenário de cafés especiais. Conheça os resultados:

Resultado Final do Brasileiro Brewers Cup
1° lugar Leo Moço, Café do Moço, Curitiba (PR)
2° lugar Analice Pereira, Como em Casa, Manaus (AM)
3° lugar Daniel Munari, Supernova Coffee Roasters, Curitiba (PR)
4° lugar Camila Franco de Souza, Lucca Cafés Especiais, Curitiba (PR)
5° lugar Lucas Salomão, Pasquali Máquinas, São Bernardo do Campo (SP)
6° lugar Anderson Minamihara, Fazenda Minamihara, Franca (SP)

Resultado Final do Brasileiro de Coffee in Good Spirits
1° lugar Ariel Todeschini da Motta, Ponto Gin e Supernova Coffee Roasters, Curitiba (PR)
2° lugar Gabriel de Cruz Guimarães, Unique Café Store, São Lourenço (MG)
3° lugar Murilo Guedes Casado Semeghini, Octavio Café, São Paulo (SP)
4° lugar Ricardo Koji Matsuoka, Fazenda Minamihara, São Paulo (SP)
5° lugar Leonardo Gonçalves, Café ao Leu, Rio de Janeiro (RJ)
6° lugar Igor Sales de Lima, Café do Moço, Curitiba (PR)

Resultado Final do Brasileiro de Latte Art
1° lugar Daniel Acosta Busch, Jardins Café, Curitiba (PR)
2° lugar Emerson do Nascimento, Coffee Five, Rio de Janeiro (RJ)
3° lugar Leonardo Correa Ribeiro, Unique Café Store, São Lourenço (MG)
4° lugar João Augusto Michalski, Café du Coin, Cascavel (PR)
5° lugar Eder Ferreira Delfino, Cooxupé, São Paulo (SP)
6° lugar Isis Dayene Rodrigues Correa, Press Café, Porto Alegre (RS)

O evento é uma ação do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, desenvolvido em parceria da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).  A Revista Espresso é mídia oficial dos Campeonatos Brasileiros de Barista.

Barista

Saiba quem são os finalistas dos Campeonatos Brasileiros de Barismo!

 

A cidade mineira de São Lourenço recebe, até amanhã (19/08), três modalidades dos Campeonatos Brasileiros de Barismo: Brewers Cup, Coffee In Good Spirits e Latte Art. Participam 43 profissionais de diferentes regiões nacionais . Confira quem são os finalistas de cada campeonato. Os campeões serão anunciados neste domingo.

Brewers Cup

Nesta categoria os 23 competidores possuem dez minutos para apresentação, em que eles contam aos jurados sobre o café (origem,  e servem o método escolhido. É preciso preparar três extrações de café filtrado. A avaliação é feita por três juízes sensoriais e um principal. Confira quem vai disputar a final.

Seis finalistas (sem ordem de classificação)
– Leo Moço, Café do Moço, Curitiba (PR)
– Anderson Minamihara, Fazenda Minamihara, Franca (SP)
– Analice Pereira, Como em Casa, Manaus (AM)
– Daniel Munari, Supernova Coffee Roasters, Curitiba (PR)
–  Lucas Salomão, Pasquali Máquinas, São Bernardo do Campo (SP)
– Camila Franco de Souza, Lucca Cafés Especiais, Curitiba (PR)

 

Coffee In Good Spirits

Contando com 11 participantes, a competição requer o preparo de dois drinques alcoólicos frios e dois quentes com café. São 10 minutos de apresentação. Possui dois juízes sensoriais, um juiz visual/técnico e um juíz principal.-

Seis finalistas (sem ordem de classificação)
– Murilo Guedes Casado Semeghini, Octavio Café, São Paulo (SP)
– Leonardo Gonçalves, Café ao Leu, Rio de Janeiro (RJ)
– Ricardo Koji Matsuoka, Fazenda Minamihara, São Paulo (SP)
– Igor Sales de Lima, Café do Moço, Curitiba (PR)
– Ariel Todeschini da Motta, Ponto Gin e Supernova Coffee Roasters, Curitiba (PR)
– Gabriel de Cruz Guimarães, Unique Café Store, São Lourenço (MG)

Latte Art

Participando um total de 9 baristas, o competidor apresenta 2 fotos para os juízes, o objetivo é fazer o latte igual ao da imagem. São 2 lattes pelo método free pour (usando o leite despejado sobre o espresso) e 2 lattes no método designer (sketcher ou grafismo), usando utensílios, toppings e cor. Com avaliação de dois juízes visuais, um juiz técnico e um juiz principal, os competidores possuem 8 minutos para apresentação.

Seis finalistas (sem ordem de classificação)
– Emerson do Nascimento, Coffee Five, Rio de Janeiro (RJ)
– Daniel Acosta Busch, Jardins Café, Curitiba (PR)
– Eder Ferreira Delfino, Cooxupé, São Paulo (SP)
– Isis Dayene Rodrigues Correa, Press Café, Porto Alegre (RS)
– João Augusto Michalski, Café du Coin, Cascavel (PR)
– Leonardo Correa Ribeiro, Unique Café Store, São Lourenço (MG)

Amanhã iremos conhecer os vencedores que irão representar o Brasil nos Campeonatos Mundiais de Barismo, que acontecem este ano nos dias 7 a 9 de novembro, durante a Semana Internacional do Café, em Belo Horizonte (MG). Vai, Brasil!

Confira todos os participantes!

Todos os competidores – Latte Art
João Augusto Michalski, Café du Coin, Cascavel (PR)
Aiko Nataly Kono, Café do Moço, Curitiba (PR)
Emerson do Nascimento, Coffee Five, Rio de Janeiro (RJ)
Leonardo Correa Ribeiro, Unique Café Store, São Lourenço (MG)
Daniel Acosta Busch, Jardins Café, Curitiba (PR)
Raquel Gomes Alencar, Octavio Café, São Paulo (SP)
Leonardo Pires de Araújo, Café Escola Senac, Curitiba (PR)
Eder Ferreira Delfino, Cooxupé, São Paulo (SP)
Isis Dayene Rodrigues Correa, Press Café, Porto Alegre (RS)

Todos os competidores – Coffee in Good Spirits
João Antônio Bim, Fazenda Harmonia e Kaldi Café, Londrina (PR)
Igor Sales de Lima, Café do Moço, Curitiba (PR)
Danilo Conceição Bananeira, Urbe Café Bar, São Paulo (SP)
Fabiano de Carvalho, Café du Coin, Cascavel (PR)
Ricardo Koji Matsuoka, Fazenda Minamihara, São Paulo (SP)
Gabriel de Cruz Guimarães, Unique Café Store, São Lourenço (MG)
Eduardo Scorsin, autônomo, Curitiba (PR)
Juliano André Lamur, Supernova Coffee Roasters, Curitiba (PR)
Leonardo Gonçalves, Café ao Leu, Rio de Janeiro (RJ)
Murilo Guedes Casado Semeghini, Octavio Café, São Paulo (SP)
Ariel Todeschini da Motta, Ponto Gin e Supernova Coffee Roasters, Curitiba (PR)

Todos os competidores – Brewers Cup
Anderson Minamihara, Fazenda Minamihara, Franca (SP)
Franciele Gomes, Baristando, Campinas (SP)
Lucas Salomão, Pasquali Máquinas, São Bernardo do Campo (SP)
Analice Pereira, Como em Casa, Manaus (AM)
Barbara Rebeca, Coado Café, Manaus (AM)
Aldo Bittencourt, Kalena Café, Manaus (AM)
Rodrigo Torii, Coado Café, Manaus (AM)
Otávio Augusto, Federação dos Cafeicultores do Cerrado, Patrocínio (MG)
Fernando Santana, Baristando, Campinas (SP)
Bruno Giorgi Schiavon Borgo, Argenta Cafés, Curitiba (PR)
Leo Moço, Café do Moço, Curitiba (PR)
Gabriel da Cruz Guimarães, Unique Café Store, São Lourenço (MG)
Ricardo Aguirre Ramos, Isso é Café, São Paulo (SP)
Thais Borsa das Graças, Café du Coin, Cascavel (PR)
Antônio Cordeiro Sobrinho, Brasil Espresso, São Paulo (SP)
Juliana Melo, Brasil Espresso, São Paulo (SP)
Daniel Munari, Supernova Coffee Roasters, Curitiba (PR)
Camila Franco de Souza, Lucca Cafés Especiais, Curitiba (PR)
Daniel Acosta Bosch, Jardins Café, Curitiba (PR)
Juan Pereira Monteiro, Âncora Coffee House, Poços de Caldas (MG)
Leonardo Gonçalves, Café ao Leu, Rio de Janeiro (RJ)
Eliabe Bastos Banca, Full Beard Coffee, Campos dos Goytacazes (RJ)
José Kizner, Bloco 23 Café, Itajaí (SC)

TEXTO Mariana Proença, Natália Camoleze e Gabriela Kaneto, de São Lourenço (MG) • FOTO Giulianna Iannaco

Café & Preparos

Nespresso lança websérie gastronômica

Com estilo documental e intimista, a Nespresso lançou a websérie Talentos da Gastronomia – onde estrelas são braços direito de chefs renomados. Mostrando a trajetória, o talento e a essência de oito cozinheiros, os episódios serão postados às quintas-feiras, no canal da marca, no YouTube, no total de oito. O primeiro episódio foi lançado oficialmente em São Paulo, no dia 9 de agosto, em noite de celebração com apresentação de Gio Ewbank e de convidados da área de gastronomia, no Hotel Pullmann Ibirapuera. A Revista Espresso foi convidada e acompanhou em primeira mão as novidades.

Um dos objetivos do programa é aproximar os espectadores dos participantes, dando vida às histórias. “Nosso principal desafio foi criar algo que fugisse dos modelos já muito explorados para este tipo de atração”, disse Guilber Hidaka, diretor da Búfalos, empresa responsável pela produção.

Os participantes, pupilos de grandes profissionais, foram indicados pelos chefs parceiros da linha profissional da Nespresso. “São pessoas que fazem o show acontecer e estão onde a luz do palco não chega, a cozinha”, disse Priscila Sabará, CEO da FoodPass, curadora do projeto. “Nosso objetivo foi dar espaço para que eles pudessem mostrar seus talentos e processos criativos, em uma jornada de aprendizado e co-criação, não de competição”, completou.

Além de participarem dos episódios, os cozinheiros estarão concorrendo ao posto de grande revelação da gastronomia brasileira. O vencedor ganhará uma viagem para a Suíça, onde terá a oportunidade de conhecer a fábrica da Nespresso e realizar um estágio em um restaurante estrelado Michelin.

O programa conta com a presença de Adriana Alves como apresentadora, do chef Laurent Suaudeau, da Escola de Arte Culinária Laurent Suaudeau, como jurado; e da nutricionista Priscila Sabará, da FoodPass. Alguns episódios terão a presença de convidados especiais que atuarão junto ao júri, que avaliará, após os testes, fatores como postura, criatividade, organização da bancada, limpeza, comportamento e liderança.

O desafio irá envolver provas práticas, como o desenvolvimento de pratos autorais utilizando alimentos variados para as propostas de refeições. O café permeará todos os capítulos, sendo ingrediente principal ou permitindo que os participantes explorem diferentes formas de harmonização da bebida.

Cada episódio possuirá uma dinâmica específica, dando a oportunidade dos participantes conhecerem diferentes cozinhas, cenários e ingredientes. “Queremos mostrar o universo e as relações que envolvem a gastronomia, valorizando principalmente quem conduz a cozinha no dia a dia”, comenta Claudia Leite, gerente de Cafés e Sustentabilidade da Nespresso no Brasil.

A novidade possui curadoria da FoodPass e da Escola de Arte Culinária Laurent Suaudeau, identidade visual criada pela FutureBrand São Paulo, estratégia de mídia coordenada pela VML e produção da Búfalos. Para acessar o canal da Nespresso no YouTube, clique aqui.

Mais informações: www.talentosdagastronomia.com.br 

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Cafeteria & Afins

The Slow Bakery – Rio de Janeiro (RJ)

Após uma crise que obrigou a brasiliense Ludmila Espíndola e o carioca Rafael Brito Pereira a fecharem sua agência de conteúdo, a ideia de mudar a direção e realizar um sonho distante pareceu boa. Movido pela vontade de fazer acontecer, Rafael investiu em conhecimento por meio de livros e outras fontes sobre pães. Junto com Ludmila, eles fizeram testes ininterruptos por seis meses.

Desse “improviso” nasceu a The Slow Bakery. No começo era um negócio tímido, em que os pães eram vendidos em feiras ou entregues na residência dos clientes, mas não demorou muito para se expandir e virar algo mais sólido, na capital do Rio de Janeiro.

Inaugurada em março de 2016, a padaria artesanal é 100% dedicada à produção de pães de fermento natural e longa fermentação. Com cerca de 4 toneladas por mês, a casa tem como missão respeitar os processos de produção, com gestão focada no envolvimento humano.

De dentro do balcão
Para acompanhar os vários pães servidos no local, a The Slow Bakery trabalha com um blend exclusivo, desenvolvido por sua barista Dri Menezes, em parceria com a microtorrefação curitibana 4beans. A bebida é feita de grãos catuaí vermelho, da Fazenda Santa Rita, sendo 50% cereja descascado e 50% fermentado a seco por 72 horas, o que resulta em um café ácido e frutado, que, segundo os proprietários, dialoga muito bem com os pães.

A casa dispõe de diversos métodos como hario v60, clever e aeropress e oferece opções como Pingado (café com leite), Manchadinho (apenas com a espuma do leite), Mocha (café, espuma e ganache de cacau), On the Road (clever com gelo). Além do blend, o cardápio conta com um café visitante e com o próprio cold brew, também criado em parceria com a 4beans, com grãos de Piatã (BA).

Por causa da valorização da cozinha artesanal, a The Slow Bakery prepara alguns dos próprios ingredientes, como granola, geleia, mostarda, manteiga, iogurte, bechamel, queijo cottage, além do pão de queijo, pizzas e doces.

(Texto originalmente publicado na edição impressa da Revista Espresso referente aos meses março, abril e maio de 2018 – única publicação brasileira especializada em café. Receba em casa. Para saber como assinar, clique aqui).

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua São João Barista, 93
Bairro Botafogo
Cidade Rio de Janeiro
Estado Rio de Janeiro
País Brasil
Website http://www.theslowbakery.com.br
Telefone (21) 3563-8638
Horário de Atendimento De terça a sexta, das 9h às 19h; sábados, das 9h às 15h
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO Samuel Antonini

Mercado

Começa nesta sexta-feira o São Lourenço Coffee Music

Durante os dias 17, 18 e 19 de agosto, a cidade mineira de São Lourenço receberá o 17° Campeonato Brasileiro de Barismo. Durante o evento, também será realizado o São Lourenço Coffee Music, que conta com grande programação artística para os visitantes.

O encontro gratuito acontecerá na Praça Brasil e pretende receber pessoas apaixonadas por café e cultura mineira. “O município possui características marcantes em sua história e cultura, fatores que contribuíram positivamente para o sucesso das outras edições”, diz Milton Furtado, diretor da Production Eventos e organizador do encontro. Segundo ele o formato é diversificado e reúne várias atrações e atividades para o público, além de promover a experimentação do café nas mais diversas formas de consumo.

 

Para Helcio Junior, um dos idealizadores do São Lourenço Coffee Music e fundador da Unique Cafés Especiais, o festival visa fomentar o circuito de eventos especializados, aproximando o café especial do grande público. “Por meio de palestras e workshops trazemos conhecimento ao consumidor sobre o produto e quebramos paradigmas de que os cafés especiais são apenas para degustadores profissionais”.

Programação completa

17/08 – Sexta-feira
05h45 – Voo de Balão na Fazenda Sertão
9h – Rota do Café Especial (Do pé a xícara)
*Agendamentos no estande ou no site da Rota do Café Especial
9h30 – Abertura oficial dos “Campeonatos Brasileiros de Barismo”
Vanúsia Nogueira, diretora executiva da BSCA
10h – Início dos campeonatos e abertura dos estandes
10h – Boas-vindas com Helcio Junior (Unique Cafés)
Tema: “O café especial como única bandeira”.
10h30 – Bate-papo com Luiz Salomão (Bunn) e Eduardo Fernandes (Grancoffee)
Tema: “Soluções em equipamentos para cafeterias”.
Mediadora: Kelly Stein (Podcast Coffea)
14h – Rota do Café Especial (Do pé a xícara)
*Agendamentos no estande ou no site da Rota do Café Especial
16h – Palestra com Edgard Bressani, autor do livro “Guia do Barista”
Tema: “Café – passado, presente e futuro”.
17h – Bate-papo com Litiene (Cappuccino e Cia)
Tema: “Mídia Digital – possibilidade e oportunidades”
20h – Cerimônia oficial de abertura do São Lourenço Coffee Music
20h – Show Zamat Blues Band
22h – Show Júlio Bittencourt Trio

18/08 – Sábado
05h45 – Voo de Balão na Fazenda Sertão
9h – Rota do Café Especial (Do pé a xícara)
*Agendamentos no estande ou no site da Rota do Café Especial|
10h – Início das competições do “Campeonato Brasileiro de Barismo”
10h – Palestra com Conrado Biliero (Mestre em Gado de Leite)
Tema: “O leite e seus diferenciais na qualidade”
11h – Palestra com Fabiana Carvalho (Pós-doutora e Neurocientista)
Tema: “Percepção multissensorial de sabor em cafés”
14h – Workshop com Ana Silvia Valadão (Unique Store – 2° Piso)
Tema: “Brownie e cookie de café”.
14h – Rota do Café Especial (Do pé a xícara)
*Agendamentos dos passeios e workshops no estande da Rota do Café
16h – Tema: Empreendedorismo
Antônio Alberto – Propósito! Porque você faz o que faz?
Palestra Magma (Sebrae) – Davi Braga
“Aquele menino que criou uma startup aos 13, participou do SharkTank, fez um TED, vencedor do prêmio jovem empreendedor e tem até seu próprio livro”.
20h – Anúncio dos finalistas “Campeonatos Brasileiros de Barismo”
20h30 – Show Savoy Trio Blues
22h – Show Mark Lambert

19/08 – Domingo
05h45 – Voo de Balão na Fazenda Sertão
9h – Rota do Café Especial (Do pé a xícara)
*Agendamentos no estande ou no site da Rota do Café Especial
10h – Abertura dos estandes
10h30 – Mesa Redonda com Eduardo Simões (Scada Café) e Junior (Grão Raro)
Tema: “Mercado de cafeterias e franquias – desafios e aprendizados”.
Mediadora: Mariana Proença (Revista Espresso)
11h – Final dos “Campeonatos Brasileiros de Barismo”
16h – Palestra Carmocoffees
17h – Palestra Nespresso
18h – Resultado e premiação do “17º Campeonato Brasileiro de Baristas”
19h – Show com a Banda Dino

Mais informações: https://www.facebook.com/CoffeeMusic2018/

TEXTO Redação • FOTO Café Editora

Barista

Carlos Henrique é o campeão do Campeonato Brasileiro de Cup Tasters

 

O grande campeão do 10º Campeonato Brasileiro de Cup Tasters foi Carlos Henrique da Silva, da Mogiana Assessoria. Seguido pelo tetracampeão Edimilson Generoso (autônomo) e Gilmar Cabral, da Cabral Specialty Coffee.

“Estou muito emocionado. É a primeira vez que participo, não esperava ganhar. Estava competindo com pessoas muito fortes, agora é me preparar para o mundial”, afirma Carlos Henrique.

A O’Coffee e a Alta Mogiana Specialty Coffees foram as grandes anfitriãs do Campeonato, que aconteceu entre os dias 10 e 11 de agosto, na fazenda O’Coffee, em Pedrugulho (SP).

Foram 24 degustadores que passaram por oito testes triangulares, o objetivo era distinguir, entre três xícaras, aquela que tinha um café diferente, no menor tempo possível até no máximo 8 minutos. Uma competição emocionante de velocidade, em que o degustador mostra toda sua habilidade para sentir o aroma, provar, ter atenção e demonstrar experiência.

O campeão irá representar o Brasil no Mundial de Cup Tasters que será realizado em Belo Horizonte (MG), na Semana Internacional do Café, de 7 a 9 de novembro de 2018.

8 competidores passaram para semi-final e o resultado ficou assim

Campeão: Carlos Henrique da Silva (6 acertos em 6m01s)
Vice-campeão: Edimilson Generoso (6 acertos em 6m55s)
3º lugar: Gilmar Reis (5 acertos em 4m34s)
4º lugar: Phelippe Nascimento (3 acertos em 5m01s)

5º lugar: Elena Boscato
6º lugar: André Águilla
7º lugar: Emerson do Nascimento
8º lugar: Julian José

O evento é uma ação do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, desenvolvido em parceria da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).  A Revista Espresso é mídia oficial dos Campeonatos Brasileiros de Barista.

TEXTO Texto: Natalia Camoleze, de Pedregulho (SP) • FOTO Fotos: Igor do Vale/SN3P

Mercado

5 dicas para um dia dos pais cafeinado

O dia dos pais está chegando e vamos comemorar com muito café! Listamos produtos, promoções e programas deliciosos para você aproveitar com o seu pai, afinal, ele merece (e você também). Olha só!

Santo Grão

No domingo (12/8), o Santo Grão oferece para as famílias que forem à matriz da Oscar Freire um ristretto duplo e uma cerveja de trigo durante o almoço e jantar! As unidades do Itaim, Higienópolis e Cidade Jardim também farão a cortesia e aceitarão reservas.

Endereço: Rua Oscar Freire, 413 – Cerqueira César  – São Paulo (SP)
Telefone: (11) 3062-9294

L’occitane

Começar o dia com um café é tudo de bom, né?  A marca pensou nisso e transformou essa parte tão gostosa do nosso cotidiano em aroma, com uma linha exclusiva de produtos feitos de café verde. Loções para o corpo, rosto e cabelos produzidos especialmente para os pais que amam o grão. Você pode comprar e ver mais detalhes sobre a linha no site.

Octavio Café

A casa está distribuindo vouchers que valem um café durante todo o mês de agosto para os seus clientes. A ação incluirá doze métodos! A cafeteria está repaginando o cardápio para esse mês e alguns itens sugerem bebidas que podem ser compartilhadas entre pais e filhos. Tem coisa melhor do que degustar um cafezinho com quem mais ama?

Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2996 – Jardim Paulistano – São Paulo (SP)
Telefone: (11) 3074-0110

Bravo Café e Vero Latte Gelato

As marcas se uniram e criaram um sabor novo de gelato! Chamado de Irish Coffee, a novidade é feita de café gourmet com um leve toque de whisky, com recheio de brigadeiro de whisky e por fora leva casquinha de chocolate ao leite e granulados de café torrado. Você encontra na loja da Vero Latte, localizada no Campo Belo, e no quiosque da marca no Shopping Iguatemi.

Endereço: Rua Barão Jaceguai, 1376 – Campo Belo – São Paulo (SP)
Telefone: (11) 2506-9295

Três Corações

Traz uma promoção especial para os papais cafeinados de plantão! Na loja online da marca, você encontra um kit com cafeteira e cápsulas de diversos sabores com 40% de desconto! Aproveite!

TEXTO Victor Ferreira

Mercado

Café Campos Altos chega ao mercado interno

Para ampliar sua participação no mercado de cafés especiais, o Grupo Café Campos Altos, que já tem uma linha de exportação, investiu no lançamento de produtos para o mercado interno.

“Percebendo o movimento do mercado brasileiro, resolvemos manter um pouco dos cafés que eram exportados para o mercado interno. São cafés especiais com 84 pontos acima, que serão comercializados em versões de cápsulas e embalagens de 250g, 500g e 1 kg”, afirma Ronaldo Azzi, diretor de exportação.

Para Ronaldo o objetivo da marca é oferecer aos brasileiros um café que os americanos já tinham acesso, “a torra está semelhante ao que o mercado americano consome”, completa.

José Maria de Oliveira, fundador e diretor presidente do Grupo, conta que o investimento neste segmento ocorreu por causa da mudança no padrão do consumo brasileiro, que começou a se interessar pelos cafés especiais e também pela representatividade de Minas Gerais no mercado cafeeiro.  “O café deixou de ser uma commodity para se tornar um produto gourmet, com sabores e aromas distintos. Além disso, Minas Gerais é o maior estado produtor e possui um mercado expressivo e potencial, por isso, a aposta na torrefação com distribuição para varejo reforça a nossa estratégia de conquistar esse mercado”, destacou.

O café é produzido na Fazenda Serrinha, localizada a uma altitude de mais de 1200 metros, no topo das montanhas da região do Cerrado Mineiro, cujo bioma é reconhecido como o melhor para a produção de cafés especiais no País. Desde 2013, os cafés da Fazenda Serrinha são exportados para diversos públicos. A expectativa da empresa é fechar 2018 com a exportação de 35 a 40 mil sacas.

O café está sendo comercializado na Central de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasa) – Rod. BR040, Km 688, Setor Verde, Pavilhão O, lojas 3 e 4, Contagem (MG),e na Filial BH – Avenida Joaquim José Diniz, 280, Bairro Fernão Dias, Belo Horizonte (MG), os valores variam entre atacado e varejo. A expectativa é que até o final do ano sejam vendidas cerca de 800 sacas de 60 quilos de café no mercado interno.

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Joselito Cândito

Café & Preparos

Bota pra ferver!

É comum as pessoas se perguntarem se vale a pena ou não comprar mais um objeto para casa, seja ele um utensílio ou um pequeno eletrodoméstico. A chaleira elétrica vale. Também conhecida como kettle (tradução para o inglês), é prática e eficaz, tem modelos com design bacana e é útil, muito útil. Principalmente se você prepara café e chá muitas vezes ao dia. Produto novo no mercado brasileiro, ganhou popularidade apenas em 2012, apesar de existir há muitos anos e ser muito utilizada na Europa e nos Estados Unidos. Ao comprar uma chaleira elétrica é importante avaliar itens como tempo de fervura, potência, consumo de energia, segurança (pois atinge altas temperaturas) e, por que não, design. Para ajudar, a Espresso analisa a seguir o desempenho de algumas marcas. Veja a seguir os detalhes de cada uma:

Cadence Supreme

PESO – 722 g
CAPACIDADE MÁXIMA – 1,7 litros
VOLTAGEM – 127 V
POTÊNCIA – 1.200 W
CONSUMO DE ENERGIA/MÊS –1,2 kWh (127 V) e 1,85 kWh (220 V)
TEMPO DE FERVURA DA ÁGUA: em 60º ela aqueceu em 4’09” e atingiu a fervura (100°) em 8’46”
VARIEDADE DE TEMPERATURAS: Sim (varia entre 60°; 70°; 80°; 90° C)
MANTÉM TEMPERATURA – Sim
SINALIZA QUE FERVEU: Sim
DESLIGAMENTO AUTOMÁTICO: Sim
JARRA SEM FIO: Sim
ALÇA ANTITÉRMICA: Sim
TAMPA ARTICULADA E COM BOTÃO AUTOMÁTICO PARA ABRIR: Sim
BASE GIRATÓRIA E COM PORTA-FIOS: Sim
FILTRO COADOR E REMOVÍVEL – Não
EXTENSÃO DO FIO – 76 cm
FORMATO DO BICO – pequeno
DESIGN – básico, mas com uma tampa bem desenhada. Apenas na cor cinza
MATERIAL – Inox
AVALIAÇÃO GERAL – É ideal para o preparo de bebidas delicadas, pois permite a programação em diferentes temperaturas, com diferentes cores no visor.

Kenwood

PESO – 1.041 g
CAPACIDADE – 1,6 litros
VOLTAGEM – 127 V
POTÊNCIA – 3.000 W
CONSUMO DE ENERGIA/MÊS – 1,6 kWh (124 V) e 1,85 kWh (220 V)
TEMPO DE FERVURA DA ÁGUA – 4’45’’
VARIEDADE DE TEMPERATURAS – Não
SINALIZA QUE A ÁGUA FERVEU – Sim
DESLIGAMENTO AUTOMÁTICO – Sim
TAMPA ARTICULADA E COM BOTÃO AUTOMÁTICO PARA ABRIR – Sim
BASE GIRATÓRIA COM PORTA- FIOS – Sim
FILTRO COADOR E REMOVÍVEL – Sim
EXTENSÃO DO FIO – 81 cm
FORMATO DO BICO – moderno
DESIGN – moderno, disponível nas cores rosa, amarelo, azul, verde, vermelho e preto
MATERIAL – aço inoxidável
AVALIAÇÃO GERAL – De design muito bonito e muito potente foi a chaleira que ferveu a água mais rapidamente. Pena ser um pouco pesada e ter um bico arredondado que não promove tanto controle sobre o fluxo.

Electrolux EKC 10

PESO – 924 g
CAPACIDADE MÁXIMA – 1,5 litros
VOLTAGEM – 127 V
POTÊNCIA – 1.250/2.000 W
CONSUMO DE ENERGIA/MÊS –1,25 kWh (127 V) e 2,4 kWh (220 V)
TEMPO DE FERVURA DA ÁGUA – 7’20”
VARIEDADE DE TEMPERATURAS – Não
MANTÉM TEMPERATURA – Sim
SINALIZA QUE FERVEU: Sim
DESLIGAMENTO AUTOMÁTICO: Sim
TAMPA ARTICULADA E COM BOTÃO AUTOMÁTICO PARA ABRIR: Sim
BASE GIRATÓRIA E COM PORTA-FIOS: Sim
FILTRO COADOR E REMOVÍVEL – Sim
EXTENSÃO DO FIO – 75 cm
FORMATO DO BICO – pequeno
DESIGN – básico. Apenas na cor cinza
MATERIAL – aço escovado
AVALIAÇÃO GERAL – A chaleira atingiu a fervura em uma velocidade boa, porém sua boca é estreita não permitindo colocar a mão dentro do recipiente para lavá-lo.

Mondial Smart Hot

PESO – 623 g
CAPACIDADE – 1,7 litros
VOLTAGEM – 127 V
POTÊNCIA – 1.500 W
CONSUMO DE ENERGIA/MÊS – 1,7 kWh (127 V e 200 V)
TEMPO DE FERVURA DA ÁGUA – 8’40”
VARIEDADE DE TEMPERATURAS – Não
SINALIZA QUE A ÁGUA FERVEU – Sim
DESLIGAMENTO AUTOMÁTICO – Sim
TAMPA ARTICULADA E COM BOTÃO AUTOMÁTICO PARA ABRIR – Sim
BASE GIRATÓRIA E COM PORTA – FIOS – Sim
FILTRO COADOR E REMOVÍVEL – Sim, mas difícil de retirar
EXTENSÃO DO FIO – 76,5 cm
FORMATO DO BICO – pequeno
DESIGN – básico, apenas na cor preta
MATERIAL – aço inox
AVALIAÇÃO GERAL – Uma chaleira com um design básico, mas que vale a pena por atingir fervura em um tempo curto e por seu preço, o mais acessível de todos.

Arno Collection

PESO – 777 g
CAPACIDADE MÁXIMA – 1,5 litros
VOLTAGEM – 127 V
POTÊNCIA – 1.500 W (110 V) e 2.000 W (220 V)
CONSUMO DE ENERGIA/MÊS – 0,6 kWh (127 V) e de 0,8 kWh (220 V)
TEMPO DE FERVURA DA ÁGUA – 16’33”
VARIEDADE DE TEMPERATURAS – Não
MANTÉM TEMPERATURA – Sim
SINALIZA QUE FERVEU – Sim
DESLIGAMENTO AUTOMÁTICO – Sim
JARRA SEM FIO – Sim, não possui visor de água
ALÇA ANTITÉRMICA – Sim
TAMPA ARTICULADA E COM BOTÃO AUTOMÁTICO PARA ABRIR – Sim
BASE GIRATÓRIA E COM PORTA-FIOS – Sim
FILTRO COADOR E REMOVÍVEL – Sim
EXTENSÃO DO FIO – 72,5 cm
FORMATO DO BICO – Pequeno e delicado
DESIGN – Moderno, apenas na cor rubi e branca
MATERIAL – Aço inoxidável
AVALIAÇÃO GERAL – É uma chaleira moderna que chama atenção por sua cor. O tempo para ferver a água foi o mais longo de todos.

Dicas para manter uma chaleira em bom funcionamento
– Nunca ligue a chaleira elétrica sem água ou com a tampa aberta, para não danificá-la;
– Não ligue em tomadas ou extensões sobrecarregadas, pois isso pode provocar acidentes;
– Antes de usar pela primeira vez, ferva a água e jogue-a fora, para eliminar possíveis resíduos do interior da chaleira;
– Nunca prepare o chá diretamente dentro dela para não deixar resíduos de sabor e aroma;
– Para limpar: encha até a metade com água da torneira e acrescente suco de um limão ou vinagre; ferva esta mistura e deixe descansar durante 15 minutos; repita o processo de 2 a 3 vezes; após a limpeza, deixe o aparelho funcionar mais duas vezes apenas com água para enxaguar.

(Texto originalmente publicado na edição impressa da Revista Espresso – única publicação brasileira especializada em café. Receba em casa. Para saber como assinar, clique aqui).

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Daniel Ozana/Studio Oz

Cafezal

Boa qualidade do conilon e robusta brasileiros abrem portas

No País, o conilon e o robusta são as duas variedades mais cultivadas da espécie Coffea Canephora, sendo o Espírito Santo, a Bahia e Rondônia os principais estados produtores. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), neste ano, os dois grãos representarão aproximadamente 24% da produção nacional, tendo uma colheita estimada em 13,7 milhões de sacas de 60 kg.

Por conta do trabalho que os produtores de robusta e conilon vêm fazendo no Brasil, buscando uma melhor qualidade da variedade, a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) informou que os empresários nacionais que trabalham com esses grãos poderão se filiar à entidade.

“O trabalho da BSCA sempre se norteou por evidenciar a excelência de todos os cafés do Brasil e esta é a hora do conilon e robusta nacionais, haja vista a maturidade em qualidade alcançada, a aceitação e o crescente interesse do mercado por esses novos atributos do produto”, disse Vanusia Nogueira, diretora da associação.

Para ela, a iniciativa visa potencializar os negócios relacionados aos cafés conilon e robusta, apresentando ao mundo a qualidade do produto. “Nosso País tem excelência na produção de todos os tipos e variedades. Vamos mostrar ao mundo que a qualidade dos nossos cafés está dentro de cada grão cultivado, independente da espécie”.

As candidaturas são abertas para as categorias armazéns, associação de cooperativas, associação de produtores, cafeterias, cooperativas, corretor(as), exportadores, implementos e equipamentos, membros internacionais, núcleo de degustadores, derivados do café, profissionais, produtores e torrefadores.

A adesão ao quadro de associados da BSCA segue critérios, como ser indicado por algum membro dos Conselhos Diretor, Fiscal ou Permanente e passar pela aprovação do Conselho Diretor da entidade. Os interessados devem entrar em contato com Vanusia Nogueira ou Marina Figueiredo através dos telefones (35) 3212-4705 / 3212-6302 / 99824-9845 / 99879-8943 ou dos e-mails exec@bsca.com.br e marina@bsca.com.br.

TEXTO Redação • FOTO Café Editora