Café & Preparos

IL Barista realiza competição com drinques alcoólicos e café em SP

No dia 23 de maio, quinta-feira, o IL Barista Escola do Café irá realizar o Coffee Box Surprise, um desafio em que os participantes precisam fazer drinques à base de café com ingredientes contidos em uma caixa surpresa.

Nesta edição, os competidores terão dez minutos para escolher os blends de café que irão harmonizar com os itens da caixa como especiarias, frutas, xaropes, chocolates, nuts e flores. O desafio será testar as combinações e compor os melhores coquetéis. Todos os participantes terão que criar uma versão de Irish Coffee e uma bebida preparada com um dos destilados (gin e vodca).

O concurso é aberto para baristas, bartenders e apaixonados por café e mixologia. Os jurados farão analises sensoriais e visuais. O grande vencedor receberá um kit Apothek (grupo responsável pelos destilados), uma viagem para conhecer a produção artesanal do Gin Amazzoni, em Resende (RJ), além de ter sua criação como parte oficial da carta de coquetéis da rede IL Barista.

Caso alguém se interessar pelo tema, a cafeteria promoverá na segunda-feira (20), um workshop sobre gin e vodca, para quem quiser aprender mais sobre a harmonização dos destilados com o café.

Serviço
Coffee Box Surprise
Quando: 23 de maio
Horário: 19h
Onde: Rua do Consórcio, 191 – Vila Nova Conceição – São Paulo (SP)
Inscrições e mais informações: eventos@ilbarista.com.br

TEXTO Redação • FOTO Fernando Sciarra

Mercado

Starbucks emite US$ 1 bilhão em bônus de sustentabilidade

A Starbucks concluiu a emissão de um título de sustentabilidade de US$ 1 bilhão, o maior que a empresa já emitiu até o momento. “O título demonstra o compromisso da marca com o progresso contínuo e significativo em direção à nossa aspiração de café sustentável, servido de forma sustentável. Também ilustra uma tendência de maior interesse dos investidores em nossos projetos social e ambientais”, comenta Patrick Grismer, diretor financeiro da rede.

Segundo ele, a liderança da Starbucks em responsabilidade social e ambiental é um elemento determinante da empresa. “Nossa intenção é que, ao emitir um título de sustentabilidade, estejamos oferecendo aos investidores uma oportunidade de participar de nossos esforços de sustentabilidade, e nossa esperança é que isso inspire os outros a buscar mais oportunidades de investimento relacionadas à sustentabilidade”, disse.

Assim como os dois títulos de sustentabilidade emitidos anteriormente, em 2016 e 2017, os fundos apoiarão o café de origem ética. Isso inclui a compra de café e agricultura familiar, e centros de pesquisa e desenvolvimento/apoio em agronomia em regiões produtoras de café ao redor do mundo, além de empréstimos novos e refinanciados para cafeicultores feitos através do Fundo Global de Produtores da Starbucks no valor de US$ 50 milhões.

Para ajudar o Fundo Global de Produtores, a Starbucks fez uma parceria com a organização de empréstimos responsAbility em um investimento de capital de US$ 20 milhões para fornecer financiamento a comunidades cafeeiras na América Latina, África e Ásia. Isso virá na forma de empréstimos que podem ajudar a substituir plantas antigas e menos produtivas por plantas novas, comprar novos equipamentos e adotar outras ações para melhorar a qualidade e a produtividade de suas lavouras de café.

“Estamos entusiasmados por ter a Starbucks Global Farmer Fund como um investidor significativo”, disse Anand Chandani, Chefe Global de Financiamento da Dívida Agrícola da responsAbility. “Nós vemos sinergias com a Starbucks na construção da cadeia de valor sustentável do café, apoiando o engajamento dos pequenos produtores e promovendo as ligações de mercado”, completou.

O título também ajudará a financiar os compromissos da Greener Retail da Starbucks, incluindo sua iniciativa Greener Stores, anunciada em setembro de 2018, para projetar, construir e operar 10 mil Greener Stores globalmente até 2025.

As informações são do http://gcrmag.com / Tradução Juliana Santin

Café & Preparos

Rota da Cafeína começa nesta sexta em Brasília (DF)

Com objetivo de trazer novidades sobre os cafés especiais, focando na qualidade da produção e consumo em Brasília, a Rota da Cafeína acontece entre os dias 17 e 26 de maio. O evento reunirá especialistas para falar sobre como os processos de qualidade influenciam no resultado final, na xícara do consumidor, ao longo de todo o ciclo da bebida.

Com o tema “Do pé à xícara: a qualidade do café especial”, essa 3ª edição irá explorar as etapas de plantio, colheita, pós-colheita, torra, métodos de preparo e percepção do sabor em dez atividades que acontecerão nas duas sedes do Ernesto Cafés Especiais, através de palestras gratuitas, cursos pagos, campeonatos para leigos e profissionais, feira especializada e um flashday tattoo com desenhos personalizados.

A programação foi pensada para proporcionar desde a troca de experiências e o aperfeiçoamento nos estudos sobre o grão, até a divulgação do ciclo do café especial, reunindo especialistas, produtores e consumidores. Qualquer pessoa, independente do nível de entendimento no assunto, poderá participar das atividades.

A 3ª edição da Rota da Cafeína é organizada pelo Ernesto Cafés Especiais e conta com apoio do Coffea e Wolff Café. As inscrições podem ser feitas aqui.

Serviço
Rota da Cafeína
Quando: 17 a 26 de maio
Onde: Ernesto Cafés Especiais – CLS 115, bloco C, loja 14 / CLN 108, bloco A, loja 48
Mais informações: www.ernestocafesespeciais.com.br/rotadacafeina

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Mercado

Noite de autógrafos com Tim Wendelboe acontece quarta-feira em SP

Nesta quarta-feira (15), a cafeteria paulistana Coffee Lab receberá o barista norueguês Tim Wendelboe, autor do livro Coffee com Tim Wendelboe. A obra foi traduzida e lançada no final do ano passado, através de uma parceria entre a Café Editora e a barista e empresária Isabela Raposeiras, proprietária da casa.

A sessão de autógrafos tem início às 19h e será aberta ao público. Já para quem quer um conteúdo mais aprofundado, o evento apresentará duas rodas de conversas realizadas por Tim e por Gabriel Agrelli, da Fazenda Daterra.

Na primeira, que começa às 17h30, Gabriel falará sobre o processo de produção dos lotes campeões produzidos na fazenda, como, por exemplo, os grãos usados pela barista Emi Fukahori, campeã do Mundial de Brewers do ano passado.

Às 18h, o vencedor do World Barista Championship de 2004 apresentará sua opinião sobre o status do Brasil no mercado mundial de cafés especiais, dando dicas nas áreas de produção, torra e técnicas de preparo. Tim é um dos maiores especialistas do mundo em cafés especiais, além de ser produtor na Colômbia e possuir uma cafeteria referência em Oslo, capital da Noruega.

A sessão de autógrafos é gratuita, já as rodas de conversa possui um valor de R$ 180 por pessoa e é necessário se inscrever aqui.

Serviço
Tim Wendelboe no Coffee Lab
Quando: 15/5
Onde: Rua Fradique Coutinho, 1340 – Vila Madalena – São Paulo (SP)
Horário: Palestras a partir das 17h30; sessão de autógrafos às 19h
Mais informações: www.coffeelab.com.br

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Muito além da xícara: a reinvenção do café solúvel no Brasil

Cápsulas. Grãos. Cafés premium. Certificação de origem. 100% arábica. Cafeterias. Não faltam exemplos de termos relacionados à indústria do café que ganharam relevância ao longo dos últimos anos e que indicam que a oferta e a demanda miravam outros atributos de produto e diferentes ocasiões de consumo da bebida ao longo do dia dos brasileiros.  

No oposto deste cenário, o mercado externo para café solúvel mantém o Brasil como um dos principais exportadores, abastecendo importantes países como Estados Unidos, Japão, Rússia, Indonésia e Argentina. A diversificação das ocasiões de consumo e um reposicionamento do produto em alguns destes mercados contribuíram para manter aquecida a demanda mundial. Mas como traduzir este potencial de demanda no mercado brasileiro?

Entre 2013 e 2018, o Brasil registrou uma taxa média de crescimento anual de menos de 1% em volume de vendas de café solúvel no varejo, inclusive com declínio em alguns subtipos, como os descafeinados. De acordo com a ferramenta Industry Forecast Model da Euromonitor International, capaz de quantificar a importância de cada fator na demanda atual e futura leia mais…

TEXTO Angelica Salado, Consultora, Euromonitor International

Café & Preparos

Participe! 1ª edição do Cupping House acontece neste sábado

Buscando alternativas para enfrentar o difícil momento da cafeicultura, em que as sacas estão sendo vendidas por preços muito baixos, mas os custos de produção estão elevados, os produtores do Sul de Minas Samuel Mangia, do Sítio da Careta, de Baependi; Catarina Kim, da Fazenda São Sebastião, de São Thomé das Letras; e Flávia Betoni Monteiro, da Fazenda Nova Fortaleza, de São Gonçalo do Sapucaí, criaram o Cupping House, com curadoria do tetracampeão brasileiro de Cup Tasters, Edimilson Generoso.

O projeto, que é voltado para donos de cafeterias, pequenas torrefadoras e coffeelovers, consiste em realizar sessões de degustação com os grãos cultivados nas fazendas dos idealizadores. Nessa primeira edição, a torra foi feita em parceria com a Cafebras. Essa é uma forma criativa de driblar a situação negativa do momento e apresentar para as pessoas os cafés produzidos.

De uma maneira acolhedora e informal, os cuppings acontecem sempre em locais diferentes, em casas de pessoas ligadas à iniciativa. O objetivo dessa escolha é justamente manter a neutralidade da experiência, sem envolver nenhuma empresa.

A 1ª edição do Cupping House está marcada para o dia 11 de maio, das 10h às 14h, no bairro Vila São Francisco, zona oeste da cidade de São Paulo. Para participar, é necessário se inscrever neste link.

Serviço
1ª edição Cupping House
Quando: 11/5, às 10h
Onde: Vila São Francisco, zona oeste de São Paulo
Mais informações: www.bit.ly/2JsVpVv

TEXTO Redação • FOTO Lucas Albin/Agência Ophelia

Mercado

Blue Bottle Coffee abre primeira loja na Coreia do Sul

A Blue Bottle Coffee abriu seu primeiro café na Coreia do Sul no dia 3 de maio, marcando uma nova fase de crescimento para a empresa na Ásia. A sede, de aproximadamente 4.300 metros quadrados, em Seul, inclui uma torrefadora e um laboratório de treinamento, que estão abertos para visitas, aulas e degustações públicas. A segunda unidade na cidade será aberta no final do segundo trimestre, mas a marca já tem planos para mais cafés até o final de 2019.

O país é o segundo mercado internacional da empresa, que inaugurou sua primeira casa em Tóquio, em 2015, inspirada na hospitalidade da tradicional cultura japonesa kissaten, palavra japonesa para cafeteria. “Toda vez que visitamos a Coreia do Sul ficamos profundamente honrados pelo entusiasmo e amor pela nossa marca”, disse o CEO da Blue Bottle Coffee, Bryan Meehan.

O prédio industrial de tijolos vermelhos, novo lar da Blue Bottle Korea, está localizado no bairro de Seongsu, muitas vezes chamado de ‘Brooklyn’ de Seul. “Nossa conta no Instagram tem mais seguidores em Seul do que em qualquer outra cidade  leia mais…

FOTO Clay McLachlan

Café & Preparos

André Aguila ganha o Campeonato Brasileiro de Cup Tasters 2019

O começo de maio já foi agitado na O’Coffee, em Pedregulho (SP), com o Campeonato Brasileiro de Cup Tasters 2019, que começou ontem (2/5). Após várias rodadas de prova e 48 participantes, o resultado saiu na tarde de hoje: André Aguila, da Ouro Verde Corretagem de Café, da Ibiraci (MG), levou a melhor e se tornou o atual campeão brasileiro.

Até que chegasse a final, tiveram algumas etapas. Os participantes tinham apenas oito minutos para desvendar qual era a xícara de café diferente, em uma série de três xícaras e oito sequências.

Foto: Thiago Wulfert Pereira Valverde

Ao longo da fase de classificatória foram doze rodadas com quatro integrantes cada. Nesta sexta-feira (3) foram divulgados os 16 finalistas que tiveram mais acertos em menos tempo. As apresentações aconteceram hoje. Confira os  leia mais…

TEXTO Natália Camoleze, de Pedregulho (SP)

Barista

Campeonatos nacionais são confirmados na SIC

Foi confirmado hoje (3/5), durante a final do Campeonato Brasileiro de Cup Tasters, que os próximos Campeonatos Brasileiros de Barista, Cup Tasters e Brewers Cup acontecerão na Semana Internacional do Café (SIC), maior feira brasileira do setor, que tem data prevista para os dias 20, 21 e 22 de novembro deste ano.

Os Brasileiros de Coffee in Good Spirits e Latte Art também já estão com data e local confirmados: eles serão realizados de 16 a 18 de agosto na mineira São Lourenço, cidade que já recebeu essas modalidades antes. Já a competição de Torra, em parceria com a Leogap, acontecerá na primeira semana de setembro, na capital paranaense Curitiba. Os dias ainda não estão definidos.

Os próximos passos…

O de 2019 ainda nem aconteceu, mas o próximo já está com previsão de realização. O Campeonato Brasileiro de Torra 2020 (referente ao Mundial de 2021) está planejado para acontecer na O’Coffee, em Pedregulho (SP), em fevereiro de 2020.

TEXTO Redação • FOTO Daniel Ozana / Studio Oz

Café & Preparos

Sujou, limpou

Dicas valiosas de como se livrar daqueles resíduos indesejáveis de máquinas e utensílios de café.

Encarnar o espírito de barista e extrair um bom café em casa com os próprios equipamentos de preparo é uma experiência e tanto. O que muitos apreciadores de café, porém, esquecem é que esses utensílios são sensíveis às impurezas e demandam atenção em uma etapa fundamental: a limpeza. A Espresso preparou uma seleção de dicas de como manter os objetos do café em ordem e, principalmente, não se esquecer da regra: sujou, limpou.

Coador de pano

Logo após o uso, ele deve ser escaldado com água quente. Uma técnica eficiente é mantê-lo na geladeira em um recipiente tampado com água, para evitar a proliferação de micróbios. leia mais…

TEXTO Mariana Meira • FOTO Daniel Ozana/Studio Oz