Mercado

Grupo 3 Corações é o campeão do concurso nacional ABIC de qualidade

O Grupo 3 Corações é o campeão do 14º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café. A empresa conquistou as premiações nas categorias Diamante, Ouro e Especial. O grupo foi o que mais investiu em qualidade, com o total de R$ 33 mil, tornando-se campeão na categoria Diamante.

A empresa arrematou o lote de seis sacas do produtor Antônio Rigno de Oliveira, de Piatã (BA), pagando R$ 2.500 mil por saca, totalizando R$ 15 mil. Foi o maior valor de aquisição por saca, entre os lotes de café natural e cereja descascada, rendendo o prêmio na categoria Ouro.

A 3 Corações também arrecadou as duas sacas do café campeão do concurso, que foi produzido por Letícia de Alcântara na Fazenda Divina Espírito Santo, também de Piatã, por R$ 9 mil cada. Isso tornou a empresa campeã da categoria Especial, que corresponde ao maior lance dado ao microlote (composto de 2 sacas).

“Temos a responsabilidade de chamar mais consumidores para ter acesso aos cafés especiais. Queremos trabalhar para que, de forma democrática, o brasileiro conheça o nível avançado de qualidade do cultivo do café”, disse Aline Germano, do Grupo 3 Corações.

O leilão dos 11 lotes finalistas do 14º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café foi realizado entre os dias 30 de janeiro e 8 de fevereiro, vendeu 40 sacas e arrecadou o valor de R$ 73.139 mil. O valor médio por saca ficou em R$ 1.828,48, mais do que o dobro do preço mínimo estipulado, de R$ 893 a saca (equivalente a 70% acima da cotação da BMF/Bovespa de 26/01/2018).

Concurso de Qualidade
No concurso, o microlote de Letícia de Alcântara recebeu 8,62 pontos. Em segundo lugar, ficou o lote de café cereja descascado produzido por Antônio Rigno de Oliveira, com 8,53 pontos. E, em terceiro, o microlote do produtor Manoel Protázio de Abreu, do Sítio Forquilha do Rio, de Dores do Rio Preto (ES), com 8,52 pontos.

A avaliação é dividida em três fases: um júri técnico, com peso da nota de 70%; uma verificação da sustentabilidade da propriedade rural, com peso de 15%; e um júri popular, com 15%.

“Queremos todos os produtores juntos da ABIC. O desafio é abrir novos mercados e trabalhar para conseguir maior valor agregado ao café, com o empenho na busca de inovação tecnológica”, disse o presidente da ABIC, Ricardo Silveira.

Todos os cafés lançados nessa edição do concurso estarão à disposição dos consumidores no comércio varejista e nos sites das empresas, em embalagens identificadas, ofertadas em diversas formas de preparo.

Também participaram do leilão as torrefações e cafeterias: Armazém do Café, Café Monte Líbano, Barisly Café, Café com História, Santo Grão, BonBlend Café, Grão Café. Com, Hachimitsu, Prelúdio Cafés Especiais, Villa Januária, Café Cajubá, Dengo Cacau e Café e Café Rancheiro.

TEXTO Daniela Quitanilha • FOTO Daniela Quitanilha

Mercado

Abertas inscrições para mestrado da Fundação Ernesto Illy

Estão abertas até 15 de junho as inscrições para bolsas de estudo na edição 2019 do Mestrado Internacional em Economia e Ciência do Café (International Masters in Coffee Economics and Science Ernesto Illy), realizado em Trieste, na Itália, pela Fundação Ernesto Illy e a Università del Caffè (UDC), em parceria com a Università del Caffè.

A Università del Caffè Brasil irá selecionar um estudante brasileiro para receber bolsa integral, que cobre 100% do valor do curso, despesas de viagem, alojamento, entre outros benefícios; bolsas parciais também poderão ser cedidas. Os candidatos devem ser profissionais graduados em Economia, Administração, Engenharia, Engenharia Agronômica, Ciências e áreas correlatas, e ter forte envolvimento profissional com café. Bom desempenho acadêmico e fluência na língua inglesa também são diferenciais.

O curso, que acontece anualmente desde 2011, oferece formação multidisciplinar sobre o mundo do café. Para isso, engloba todo o ciclo produtivo, desde seu cultivo até os serviços de alimentação, incluindo a logística e o processo de industrialização. O intuito é consolidar e desenvolver relações entre as universidades e o mundo dos negócios, transferindo aos alunos o conhecimento tecnológico e cultural da illycaffè, torrefadora líder global em qualidade do café.

Ministrado integralmente em inglês, o mestrado possui 400 horas de aulas intensivas segmentadas em 12 módulos e 60 créditos universitários. São três áreas disciplinares: Economia-Administração, Biologia-Agronomia e Tecnologia. As aulas acontecem diariamente, de segunda a sexta-feira, durante cinco meses, nas dependências na illycaffè. O período total do curso será de meados de janeiro até meados de outubro de 2019.

As inscrições para alunos pagantes vão de 16 de junho a 1º de outubro, diretamente com a Fundação Ernesto Illy. Contatos para mais informações:

– Seleção no Brasil: pensa@pensa.org.br  tel: (11) 3818-4005
– Mestrado: master@illy.com

TEXTO Redação • FOTO Érico Hiller / Lucas Albin

Barista

Anderson Minamihara ganha campeonato de Brewers na Alta Mogiana

O produtor Anderson Minamihara ganhou hoje (19) o campeonato de Brewers, na Alta Mogiana. Com uma pontuação de 64,53, Anderson ficou à frente de Lucas Rodrigues (64,13 pontos) e Lucas Salomão (62,24). O campeonato fez parte das atividades do 10ª Simpósio do Agronegócio da Alta Mogiana (SimCafé), no espaço Villa Ventura, em Franca (SP).

“É a primeira vez que participo de um campeonato. Desenvolvi uma técnica na Hario v60 usando uma mão. Estou em contato com alguns campeões, inclusive do Japão, para me ajudarem nos treinos das próximas etapas”, disse Anderson.

Competiram 9 pessoas, entre baristas e produtores da região e de cidades como São Paulo, Belo Horizonte e Florianópolis.

A modalidade “Brewers” (métodos de preparo manual) ressalta a arte no preparo de café por meio de métodos manuais filtrados, evidenciando a importância da excelência no grão e no serviço. Cada competidor teve sete minutos para preparar as bebidas que foram avaliadas pelos juízes, resultando um somatório de pontos.

O campeonato foi organizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), Cooperativa de Cafeicultores e Agropecuaristas (Cocapec) e Associação dos Produtores de Cafés Especiais da Alta Mogiana.

Os três garantiram vagas para o campeonato brasileiro, em data a ser definida. Após a fase nacional, os vencedores competirão na etapa mundial, entre os dias 16 e 18 de setembro, em Dubai, nos Emirados Árabes.

“Ficamos sem competições regionais por um bom tempo. Elas estão voltando com a valorização dos cafés especiais. Estamos com novas pessoas na cadeia produtiva e isso é bom. Queremos um time muito bem preparado para o mundial e esses campeonatos proporcionam isso”, disse José Renato Figueiredo, juiz principal da competição.

O SimCafé permite a proximidade dos cafeicultores com modalidades de competição, de modo que possam acompanhar de perto como a excelência na qualidade dos grãos impacta no potencial dos profissionais da cadeia produtiva, valorizando os esforços no campo para a produção dos grãos especiais.

Voltado para funcionários da Cocapec e produtores rurais, a programação do simpósio teve visitações, workshops e palestras. Cerca de 80 empresas de insumos agrícolas, máquinas e implementos, saúde animal, concessionárias de veículos, meio ambiente e sustentabilidade apresentaram seus produtos.

TEXTO Daniela Quitanilha, de Franca (SP) • FOTO Daniela Quitanilha

Mercado

Em Seattle, Semana Internacional do Café participa da Specialty Coffee Expo

Em visita estratégica, a Semana Internacional do Café (SIC) marcará presença no maior evento de cafés especiais do mundo: a Specialty Coffee Expo. Organizada pela Specialty Coffee Association (SCA), a feira acontecerá entre os dias 19 e 22 de abril, na cidade norte-americana de Seattle.

O objetivo da equipe brasileira é divulgar ao público internacional e aos potenciais compradores de cafés o principal evento brasileiro do setor. Além da feira e dos negócios de costume, este ano, a SIC sediará os Campeonatos Mundiais de Barista, nas categorias Latte Art e Coffee in Good Spirits.

“Este ano será ainda mais importante consolidarmos a SIC como rota essencial para os compradores mundiais iniciarem sua jornada no País. Teremos uma grande oportunidade de mostrar todo o nosso potencial como maior produtor”, disse Caio Alonso Fontes, diretor de planejamento da Café Editora, uma das realizadoras da feira.

Ainda nos EUA, a equipe pretende realizar reuniões estratégicas com parceiros organizadores dos mundiais, convidar palestrantes internacionais e trazer as principais tendências e encontros de lideranças para o evento brasileiro.

Promovendo as principais regiões produtoras de café do estado de Minas Gerais e do Brasil, a 6° edição da SIC acontecerá durante os dias 7, 8 e 9 de novembro, no Expominas, em Belo Horizonte (MG). O evento pretende reunir toda a cadeia produtiva do setor cafeeiro nacional e internacional, em prol do crescimento social e economicamente sustentável do produto brasileiro.

Mais informações: www.semanainternacionaldocafe.com.br

TEXTO Redação • FOTO Bruno Lavorato

Café & Preparos

André Luis Ribeiro vence Cup Tasters na Alta Mogiana

André Luis Ribeiro é o campeão do Cup Tasters  (prova de café) realizado nesta quarta-feira (18), na 10ª edição do Simpósio do Agronegócio da Alta Mogiana (SimCafé), em Franca (SP). Atrás de André, ficaram Alberto Ribeiro, em segundo lugar; Leandro Dias, em terceiro; e Carlos Henrique da Silva, em quarto.

Os quatro garantiram vagas para o Campeonato Brasileiro de Cup Tasters, em data a ser definida. Após a fase nacional, os vencedores competirão na etapa mundial, entre os dias 16 e 18 de setembro, em Dubai, nos Emirados Árabes.

“Há muito tempo tentamos divulgar os cafés e os profissionais daqui da região da Alta Mogiana. O dia de hoje mostra que além de bons cafés, temos bons profissionais”, afirma o vencedor André Luis Ribeiro, que é da região. Entre os quatro finalistas, apenas André Luis e Carlos Henrique são da Alta Mogiana.

O “Cup Tasters” reconhece o profissional com talento, agilidade e precisão quando se trata de prova de cafés especiais. Três xícaras com café são preparadas. Duas delas são idênticas e a outra é de um café diferente. O competidor tem que identificar a xícara de café diferente.

O campeonato foi organizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), Cooperativa de Cafeicultores e Agropecuaristas (Cocapec) e Associação dos Produtores de Cafés Especiais da Alta Mogiana, e contou com 16 participantes.

“Hoje foi mais concorrido do que imaginamos. Ficou bem difícil e disputado. Queremos colocar o nível da competição cada vez mais elevado até a final”, disse Juliana Roque, da BSCA.

Amanhã (19) terá o Brewers (métodos de preparo manual). A modalidade ressalta a arte no preparo de café através de métodos manuais filtrados, evidenciando a importância da excelência no grão e no serviço.

“É a primeira vez que trazemos as competições para a Alta Mogiana. Foi uma experiência muito positiva. Recebemos provadores da região e de fora. Foi emocionante”, disse Patricia Milan, superintendente da Associação dos Produtores de Cafés Especiais da Alta Mogiana.

SimCafé
O SimCafé vai até amanhã, no espaço Villa Ventura. A ideia é permitir maior proximidade dos cafeicultores com modalidades de competição, de modo que possam acompanhar de perto como a excelência na qualidade dos grãos impacta no potencial dos profissionais da cadeia produtiva, valorizando os esforços no campo para a produção dos grãos especiais.

Voltado para funcionários da Cocapec e produtores rurais, a programação do simpósio conta com visitações, workshops e palestras. Cerca de 80 empresas de insumos agrícolas, máquinas e implementos, saúde animal, concessionárias de veículos, meio ambiente e sustentabilidade expõem seus produtos.

TEXTO Daniela Quitanilha, de Franca (SP) • FOTO Daniela Quitanilha

Café & Preparos

Recife Coffee 2018 contará com 35 cafeterias participantes

Este ano, entre os dias 2 de maio e 3 de junho, acontecerá o tradicional Recife Coffee nas cidades pernambucanas de Recife, Olinda, Porto de Galinhas e Jaboatão dos Guararapes. Nesta edição, 35 casas irão fazer parte do circuito, superando o número de 25 estabelecimentos do ano passado.

Além de comemorar o Dia Nacional do Café (24 de maio), o evento tem como objetivo disseminar o consumo de cafés especiais na região, além de fortalecer a profissão do barista e fomentar o pequeno negócio. Confira as cafeterias deste ano:

A Vida é Bela (Várzea)
Apolo Beer Cafe (Recife Antigo)
Bike Fit (Olinda)
Bogart Café (Boa Vista)
Café com dengo (Aflitos)
Café Mais Prosa (Espinheiro)
Café da Moeda (Porto de Galinhas)
Café da Praça (Casa Forte)
Café do Bonde (Encruzilhada)
Café do Brejo (Santo Amaro)
Café Lumière (Boa Vista)
Clandestino Café (Graças)
Cordel Cafés Especiais (Parnamirim)
Dom Afonso (Boa Vista)
Ernesto Café (Espinheiro)
Fervo Coffee Shop (Setúbal)
Fridda Café (Jaboatão dos Guararapes)
Grão Cheff (Espinheiro)
Johnnie Brownie (Rosarinho)
Kaffe Torrefação & Treinamento (Boa Viagem)
Lalá Café & Cozinha Afetiva (Graças)
Leiva Café (Espinheiro)
Livraria Jaqueira (Jaqueira)
Lumiá Café Gastrobar (Madalena)
Malakoff Café Jaqueira (Jaqueira)
Malakoff Café Paço do Frevo (Recife Antigo)
Malakoff Café Prado (Prado)
Moinho do Porto (Porto de Galinhas)
Mon Cher Café Bistrot (Rosarinho)
Na Venda Chocolates e Café (Graças)
O Pátio Café (Entroncamento)
Olinda Café (Olinda)
Orgânico 22 (Graças)
Tokyo’s Café (Graças)
Zoco Cafés & Delícias (Olinda)

Os moradores dos arredores e os turistas interessados poderão percorrer os 35 estabelecimentos, conhecer novos lugares e consumir a “sugestão do barista” de cada casa. Essa sugestão, composta por um café ou uma bebida com café + um salgado + um doce, terá o valor promocional de R$ 24,90.

Os critérios utilizados para selecionar as casas participantes foram: utilizar grãos especiais, trabalhar com baristas no preparo do café, possuir um atendimento mais intimista e não pertencer a grandes redes.

Mais informações: www.recifecoffee.com.br

TEXTO Redação • FOTO Felipe Gombossy

BaristaMercado

Campeão mundial de baristas Alejandro Mendez vem ao Brasil

No dia 27 de abril, Alejandro Mendez, campeão mundial de barista em 2011, que aconteceu na Colômbia, estará no Brasil. O barista é de El Salvador e foi o primeiro profissional de um país produtor a se tornar campeão mundial.

Alejandro fará uma palestra para baristas, coffee lovers e pessoas do setor. Ele dará dicas, ensinará técnicas e contará sua trajetória até chegar o mundial. Com a projeção dele, El Salvador deixou de ser um pequeno produtor e alcançou importância no mundo.

De 28 a 30/4, Mendez vai ficar focado em orientar Thiago Sabino, atual campeão brasileiro de barista, a aprimorar a apresentação para o mundial deste ano. Além disso, ajudará na definição do café, escolha do leite, mixologia no drink de assinatura, recipientes e discurso.

O evento acontecerá na IL Barista, em São Paulo, e tem o valor de R$ 200. Aos interessados, as inscrições devem ser feitas através do e-mail contato@ilbarista.com.br. As vagas são limitadas!

Serviço
Palestra com Alejandro Mendez
Quando: 27/4
Horário: 20h às 22h
Onde: Rua do Consórcio, 191 – Vila Nova Conceição, São Paulo
Valor: R$ 200

TEXTO Redação • FOTO Divulgação/WBC - Amanda Wilson

Mercado

Brasileiras palestram em evento sobre cafés especiais em Seattle (EUA)

As brasileiras Isabela Raposeiras, do Coffee Lab (SP), e Isabela Pascoal Becker, da Daterra Coffee, participarão nos dias 18 e 19 de abril do Re: Co, simpósio de cafés especiais, em Seattle, Washington, nos Estados Unidos.

O Re:Co, uma abreviação das palavras ‘regarding’ e ‘coffee’, é um importante evento que discute, em alto nível, a inovação e o desenvolvimento de estratégias para pessoas influentes no mercado de cafés especiais.

Raposeiras contará experiências do Coffee Lab, nomeado um dos dez melhores cafés do mundo. O serviço é totalmente focado na formação do cliente, com o espaço projetado para que nenhum balcão ou parede separem o cliente das áreas de preparação e torrefação. Isabela é certificada no Q e no SCAA Cupping Judge. Ela também dirige a Coffee Lab School desde 2004 e ensinou mais de 1600 alunos apenas em 2017.

Isabela Raposeiras

Isabela Pascoal Becker é diretora de sustentabilidade e impacto da Daterra Coffee, fazenda localizada no Cerrado Mineiro e que recebeu recentemente o título de propriedade mais sustentável do mundo pela Rainforest Alliance. Isabela possui certificado em Negócios pela Universidade de Harvard e também é membra do conselho no Sistema B.

Isabela Pascoal Becker

O evento reúne palestrantes, experiências interativas e oportunidades de conversação. É uma oportunidade de analisar o mercado de cafés especiais, os desafios e as soluções. Participam interessados em informações sobre o mercado de cafés especiais e a cadeia de suprimentos, bem como aqueles que querem ser desafiados e inspirados pela indústria. É um evento essencial para líderes de empresas que acreditam que o trabalho colaborativo e a discussão podem beneficiar todos os envolvidos.

O evento faz parte da programação da Specialty Coffee Expo – a maior feira de cafés especiais do mundo – entre os dias 19 e 22 de abril.

TEXTO Redação • FOTO Felipe Gombossy

Café & Preparos

Mineiros vencem o 27º Prêmio Ernesto Illy

A noite começou com homenagens aos cafeicultores de Etiópia e Honduras, vencedores do primeiro e segundo Prêmio Internacional Ernesto Illy, respectivamente. Desde 2016 a torrefação italiana ampliou as celebrações realizadas há 27 anos no Brasil e levou a fórmula de sucesso para fornecedores mundiais. Anualmente em Nova York são realizadas as premiações aos melhores cafeicultores selecionados em provas às cegas pelos classificadores da illycaffè.

Ontem, 12/4, foi o dia de conhecer quais são os brasileiros campeões em qualidade que representarão o Brasil nos Estados Unidos, na etapa internacional. Levaram a melhor os mineiros de Araponga, nas Matas de Minas; Carmo da Cachoeira, no Sul de Minas e Ibiá, no Cerrado Mineiro. Nestes três municípios mineiros foram cultivados os melhores cafés arábica da safra 2017/2018, de acordo com o resultado do 27º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso.

Andrea Illy, presidente da illycaffè

A produtora Maria D’Aparecida Vilela Brito, da Fazenda Potreiros e Fazenda Moendas, em Três Pontas e Carmo da Cachoeira, Sul de Minas, e Ângelo Nascimento, da Fazenda São Pedro de Alcântara, em Ibiá, no Cerrado Mineiro são novatos no concurso e enviaram amostras pela primeira vez. Já Raimundo Dimas Santana, da Fazenda Santo Antônio, em Araponga, Matas de Minas, é finalista há vários anos e conquistou, em 2002, o segundo lugar no Brasil no mesmo concurso.

Os campeões subiram ao palco para receber seus diplomas e cheques no valor de R$ 10 mil cada um. No mês de outubro, eles viajarão a Nova York para participar do 3º Prêmio Ernesto Illy Internacional, ocasião em que será revelada a ordem de classificação entre eles (primeiro, segundo e terceiro colocados). A premiação internacional reunirá 27 cafeicultores selecionados de 9 países que fornecem grãos para a illycaffè.

Ficaram em 4ª, 5º e 6º lugar, respectivamente, os produtores Daniella Romano Pelosini (Pardinho-SP), CBI Madeiras LTDA (Capelinha-MG) e Gelci Zancanaro (Cristalina-GO).

 

Daniella Romano Pelosini – 4º colocada nacional e Campeã (São Paulo)

A cerimônia de premiação aconteceu em São Paulo e teve as presenças de Andrea Illy e Massimiliano Pogliani, presidente e CEO da illycaffè, que falaram sobre o atual momento e o futuro da empresa e da cafeicultura, reforçando o conceito de qualidade sustentável, pilar da empresa e amplamente trabalhado por ela junto a seus fornecedores. Os executivos aproveitaram a ocasião para anunciar a criação de um programa internacional de relacionamento com os cafeicultores, a partir da expansão de um bem-sucedido modelo aplicado no Brasil há 18 anos, o Clube illy do Café.

A torrefadora italiana reconheceu, ainda, os vencedores nas categorias Regional, Fornecedor Sustentável do Ano e Classificador do Ano (veja a lista completa abaixo). Foram entregues, ao todo, mais de R$ 120 mil em prêmios.

Resultados Finais
Prêmio Ernesto Illy

Nacional
Três primeiros lugares em ordem alfabética: Ângelo Nascimento, da Fazenda São Pedro de Alcântara (Ibiá, Cerrado Mineiro); Maria D’Aparecida Vilela Brito, da Fazenda Potreiros (Três Pontas, Sul de Minas) e Raimundo Dimas Santana, da Fazenda Santo Antônio (Araponga, Matas de Minas)

4º lugar: Daniella Romano Pelosini, do Sítio Daniella (Pardinho, São Paulo)
5º lugar: CBI Madeiras LTDA, das Fazendas Irarema e Três Cedros (Capelinha, Chapada de Minas)
6º lugar: Gelci Zancanaro, da Fazenda Nossa Senhora de Fátima (Cristalina, Goiás)

Gelci Zancanaro – 6º colocado nacional e Campeão (Centro-Oeste)

Regional

Centro-Oeste
Campeão: Gelci Zancanaro (Cristalina-GO)
Vice-campeão: Agrofava Cereais Exp. e Imp. Ltda. (Campo Alegre de Goiás-GO)

Cerrado Mineiro
Campeão: Ângelo Nascimento (Ibiá-MG)
Vice-campeão: Ecoagrícola Café Ltda. (Francisco Dumont-MG)

Ângelo Nascimento (Ibiá-MG)

Chapada de Minas
Campeão: CBI Madeiras (Capelinha-MG)
Vice-campeão: Claudio Esteves Gutierrez (Capelinha-MG)

Matas de Minas
Campeão: Raimundo Dimas Santana (Araponga-MG)
Vice-campeã: Simone Aparecida Dias Sampaio Silva (Araponga-MG)

Produtor Raimundo Dimas Santana (Araponga-MG)

Rio de Janeiro
Campeão: Francisco Nioac de Salles (Bom Jardim-RJ)

São Paulo
Campeã: Daniella Romano Pelosini (Pardinho-SP)
Vice-campeão: Carlos André Dognani (Timburi-SP)

Sul de Minas
Campeão Maria D’Aparecida Vilela Brito (Carmo da Cachoeira-MG)
Vice-campeão: Ludgero Pimenta de Avila (Alpinópolis-MG)

Fornecedor Sustentável do Ano
Luiz Antonio Tonin (São Sebastião do Paraíso – Sul de Minas)

Classificador do Ano
1º lugar nacional – Luiz Evandro Ribeiro (Sul de Minas)
2º lugar nacional – Maxwell Wesley de Morais (Cerrado Mineiro)
3º lugar nacional – Edenilson de Oliveira Cabral (Matas de Minas)

Luiz Evandro Ribeiro (Sul de Minas)

TEXTO Mariana Proença • FOTO Divulgação

Mercado

Degustação de cafés especiais na Casa Santa Luzia, em SP

A Casa Santa Luzia, no Jardins (SP), vai realizar entre os dias 17 e 28 de abril, de 11h às 19h, a 14ª edição da Quinzena de Cafés Especiais com uma série de degustações.

Confira a programação:

Dia 17 de abril, terça-feira: Café Aviação, Utan Cápsulas e Café Toledo.

Dia 18 de abril, quarta-feira: Bravo Café, Coração da Terra Café e Santa Lucia.

Dia 19 de abril, quinta-feira: Café Baronesa, Café Mantissa e Café Pessegueiro. 

Dia 20 de abril, sexta-feira: Cafeteiras Bialetti, Baggio Café e Octavio Café.

Dia 21 de abril, sábado: Café da Condessa, illy e Santo Grão e Cafeteiras Pressca

Dia 24 de abril, terça-feira: Delta Cafés, Café Matiz e Café Loretto. 

Dia 25 de abril, quarta-feira: Café do Centro, Ghini Café e Casa Santa Mônica.

Dia 26 de abril, quinta-feira: Latitude 13 café, Café Native e Prima Qualitá.

Dia 27 de abril, sexta-feira: Lavazza, Suplicy e Kaynã.

Dia 28 de abril, sábado: Café Orfeu, Três Corações e Unique.

Serviço
Degustação de Cafés da Casa Santa Luzia
Horário: De 11h às 19h, no mezanino da loja
Endereço: Alameda Lorena, 1471 – (11) 3897-5000
Mais informações: www.santaluzia.com.br

TEXTO Redação • FOTO Lucas Albin/Agência Ophelia